Reserva Extrativista Catuá-Ipixuna

Área 217.486,00ha.
Document area Decreto - 23.722 - 05/09/2003
População 1457
Jurisdição Legal Amazônia Legal
Ano de criação 2003
Grupo Uso Sustentável
Instância responsável Estadual
Corredor Central da Amazônia

Mapa

Municípios

Município(s) no(s) qual(is) incide a Unidade de Conservação e algumas de suas características

Municípios - RESEX Catuá-Ipixuna

# UF Município População (IBGE 2018) População não urbana (IBGE 2010) População urbana (IBGE 2010) Área do Município (ha) (IBGE 2017) Área da UC no município (ha) Área da UC no município (%)
1 AM Coari 84.272 26.314 49.651 5.797.076,80 142.083,78
66,94 %
2 AM Tefé 60.154 11.381 50.072 2.369.222,30 70.156,95
33,06 %

Ambiente

Fitofisionomia

Fitofisionomia (cursos d'água excluídos) % na UC
Floresta Ombrófila Densa 100,00

Bacias Hidrográficas

Bacia Hidrográfica % na UC
Jurua 3,56
Purus 96,44

Biomas

Bioma % na UC
Amazônia 100,00

Gestão

  • Órgão Gestor: (SEMA-AM) Secretaria de Estado do Meio Ambiente do Amazonas
  • Tipo de Conselho: Deliberativo
  • Ano de criação : 2008

Documentos Jurídicos

Documentos Jurídicos - RESEX Catuá-Ipixuna

Tipo de documento Número Ação do documento Data do documento Data de Publicação Observação Download
Portaria 01 Conselho 28/01/2008 28/01/2008 Cria Conselho  
Decreto 23.722 Criação 05/09/2003 08/09/2003 Cria a Reserva Extrativista Catuá-Ipixuna, localizada nos municípios de Tefé e Coari, com área aproximada de 217.486 hectares, com os objetivos de assegurar o uso sustentável e a conservação dos recursos naturais renováveis, protegendo os meios de vida e a cultura da população extrativista local, bem como o apoio desenvolvimento sustentável das demais comunidades locais e dos municípios de Tefé e Coari. São proibidos a exploração de recursos mineirais e a caça amadorística ou profissional. A exploração comercial dos recursos madeireiros só será admitida em bases sustentáveis e em situações especiais e complementares as atividades desenvolvidas na RESEX conforme disposto no plano de manejo da unidade.  
Portaria 19 Acesso ao PRONAF 28/07/2004 05/08/2004 Reconhece a Reserva Extrativista CATUÁ IPIXUNA, código SIPRA AM0053000, localizada nos Municípios de Coari e Tefé, com área total de 215.342,8790ha (duzentos e quinze mil, trezentos e quarenta e dois hectares, oitenta e sete ares e noventa centiares), sendo 139.486,9660ha (cento e trinta e nove mil, quatrocentos e oitenta e seis hectares, noventa e seis ares e sessenta centiares) no Município de Coari e 75.855,9130ha (setenta e cinco mil, oitocentos e cinqüenta e cinco hectares, noventa e um ares e trinta centiares) no Município de Tefé, visando atender 300( trezentas) famílias de pequenos produtores rurais;  
Outros 210 Instrumento de gestão - plano de manejo 28/09/2010 28/09/2010 Aprova Plano de Gestão da Resex Catuá-Ipixuna.  
Resolução 02 Instrumento de gestão 26/01/2010 10/02/2010 Aprovar o Zoneamento da Resex.  

Documentos de gestão - RESEX Catuá-Ipixuna

Tipo de plano Ano de aprovação Fase Observação
Plano de gestão ambiental 2010 Aprovado Fonte: CEUC/AM em atendimento ao Ofício ISA/IMAZON, ago/2010.

Características

ATRIBUTOS NATURAIS : Primeira Resex criada pelo governo do Amazonas. Localiza-se nas bacias dos lagos Catuá e Ipixuna, no rio Solimões. Apresenta composição florística característica das Florestas Tropical Densa e Tropical aberta. A Floresta de Terra Firme é dividida em matas densas, matas de cipó, matas ralas, matas de encosta e matas de campina amazônica. A Floresta Tropical Aberta apresenta-se em menor proporção. A paisagem é, no geral, uniforme em termos fisionômicos, mas, em detalhe, é caracterizada por uma composição botânica de alta diversidade, consequência da qualidade e fertilidade dos solos.

BIODIVERSIDADE : Nas áreas de Floresta Densa, apresenta espécies de plantas dispersas com grande número de indivíduos e expressiva quantidade de espécies de valor econômico. Nas áreas de Floresta Aberta há grande variedade de palmeiras. A herpetofauna apresenta até o momento mais de 70 espécies de répteis. A ictiofauna nos dois lagos revelou a abundância de alguns grupos de espécies pertencentes aos gêneros Potamorhina, Psectrogaster e Curimata. Entre os registros importantes da avifauna estão Ramphastos toco (Tucano boi), que consiste num dos poucos registros a oeste de Itacoatiara, e Myrmotererula klagesi (choquinha do Tapajós), a população mais ocidental conhecida. Além dessas, há uma espécie de várzea muito pouco conhecida, que pode estar ameaçada de extinção, a Crax globulosa (mutum - piuri).

INFRA-ESTRUTURA : Há 16 comunidades. Um flutuante de apoio foi instalado na boca do lago Catuá. A Resex conta com base de apoio, um escritório, na sede de Tefé. O acesso é feito via aérea ou fluvial, no trecho Manaus-Tefé ou Manaus-Coari, onde se freta uma voadeira ou barco para chegar à reserva.

SÓCIO-ECONOMIA : A agricultura, especialmente a produção de farinha é a principal fonte de renda das comunidades, que também extraem castanha. A mandioca e a banana são os produtos mais comercializados. A pesca e a caça são atividades de subsistência praticadas com certa intensidade, mas não como atividade principal. Os óleos e frutos de palmeiras são um dos maiores potenciais extrativos da reserva. Grande variedade de espécies florestais, que podem ser utilizadas nos diversos ramos de atividades madeireiras.
(fonte: Unidades de Conservação do Estado do Amazonas. Manaus:SDS/SEAPE, 2007)


Distante 424 km de Manaus, a RESEX tem expressiva freqüência de espécies de valor econômico, tanto madeireiras quanto não madeireiras. Há uma vasta gama de biodiversidade de flora e fauna, incluindo mamíferos, avifauna, ictiofauna e herpetofauna, e espécies em extinção. Foi a primeira RESEX do estado e faz parte do Corredor Ecológico Central da Amazônia. Necessita de obtenção de dados para a elaboração do plano de manejo.
São 216.874 hectares de uma vasta planície, ao longo de todas as micro e meso bacias que compõem as macrobacias hidrográficas dos rios Negro e Solimões. As altitudes dentro da reserva estão sempre em torno dos 40m. Já as temperaturas variam entre 23 e 35 oC, e os índices pluviométricos são da ordem de 2.500 mm/ano, o que compõe um clima bastante quente e úmido.
(fonte: Áreas Protegidas do Estado do Amazonas - subsídios para a estratégia estadual de conservação da biodiversidade - 2003 / Documento IPAAM - 2003).

Contato

Secretaria de Estado de Meio Ambiente e de Desenvolvimento Sustentável - SDS/AM
Rua Recife, 3280, Parque Dez de Novembro
CEP: 69050-030 - Manaus, AM, Brasil
Tel:(92) 3642-8807 / (92) 3642-4607
Email: corredores@sds.am.gov.br; gabinete@sds.am.gov.br

IPAAM - Departamento de Gestão Territorial
Christina Fischer - Tel: (92) 3643-2305

SEAE - Secretaria Executiva Adjunta de Extrativismo
Ademar Cruz
Tel: (92) 3642-4330 ramal 2014 / 2015

Centro Estadual de Unidades de Conservação - CEUC (AM)
Av. Mário Ipiranga Monteiro, n° 3280 - Parque 10
CEP: 69050-030 - AM
Email: ceuc@ceuc.sds.am.gov.br
Tel: (92) 3642-4607
Site: http://www.ceuc.sds.am.gov.br

Notícias

Total de 39 notícias sobre a área protegida RESEX Catuá-Ipixuna no banco de dados RSS

Ver todas as notícias dessa área protegida

 

As notícias publicadas neste site são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.